Krubera-Vonorya, a mais profunda caverna do nosso planeta

Cavernas são até hoje consideradas os locais mais perigosos do planeta, principalmente devido a grande dificuldade de explorá-las, pois são locais de difícil acesso, algumas cavernas são tão profundas que até hoje nunca foram exploradas pelo ser humano.

Mas mesmo as que já foram exploradas são rodeadas de mistérios, como por exemplo a caverna Krubera-Vonorya, considerada a mais profunda e misteriosa caverna do planeta Terra. A sua entrada fica a incríveis 2.240 metros de altitude e 15 quilômetros do Mar Negro

Ela fica localizada no maciço de Arabika, na Abecásia, uma república independente da Geórgia. Os primeiros relatos que se tem noticia sobre essa caverna são datados de 1963, onde uma equipe de arqueólogos destemidamente decidiram explorar o local. Nessa época, poucas cavernas eram exploradas há mais de 57 metros. 

Hoje, é de conhecimento que existe um enorme lago subterrâneo dentro da caverna que desagua no Mar Negro. Em 2001, ela a caverna Krubera-Vonya foi considerada a caverna mais profunda do mundo, na época, foi alcançada a profundidade de 1.710 metros no local, mas, com o decorrer dos tempos, foi-se descobrindo profundidades ainda maiores, como em 2004, que foi alcançado 2.080 metros; em 2007, 21.91 metros e em 2012, 2.196 metros, até hoje a maior alcançada no local.

Diferente de filmes como Viagem ao Centro da Terra, ao alcançar profundidades muito grandes, a luz se dissipa e a escuridão é total, a temperatura fica super baixa, não há vegetação e nem vida. 

Krubera-Voronya é um enorme labirinto cheio de túneis feitos de pedra calcária, que se desenvolveu durante milênios. O mais incrível é que, até hoje, não foi alcançada a profundidade máxima da caverna.